segunda-feira, 30 de junho de 2008

Mais um brasileiro no Chelsea

Depois de anunciar Luiz Felipe Scolari como novo técnico, o Chelsea confirmou nesta segunda-feira a contratação do luso-brasileiro Deco, que até então estava jogando pelo Barcelona.

Felipão e Deco já se conhecem da seleção portuguesa, que era comandada pelo técnico brasileiro, e não terão problemas para se entrosar no time inglês, que conta com outros portugueses no elenco: o zagueiro Ricardo Carvalho, o lateral Paulo Ferreira e o goleiro Henrique Hilario; além dos brasileiros Alex (Zagueiro) e Belletti (lateral).

Deco disse estar muito feliz por defender o Chelsea a partir de agora. "É bom para mim, estar aqui, e antes de qualquer coisa, estou muito feliz por estar aqui com este novo clube". Ele ainda falou sobre o Campeonato Inglês (Premier League): "A Premier League é uma Liga muito interessante e que apresenta um alto nível de futebol, podemos perceber isso ao ver os dois times que chegaram à final da última Champions League: Manchester United e Chelsea,ambos da Inglaterra".

domingo, 29 de junho de 2008

Espanha é a campeã da Euro 2008

¡Campeones, campeones, ole ole ole!

A seleção da Espanha voltou a erguer a taça da Eurocopa 44 anos depois do seu primeiro título e enterrou a alcunha de "amarelão" nas grandes competições. O bicampeonato da principal competição européia foi conquistado sobre a forte seleção da Alemanha pelo placar de 1 a 0 na tarde deste domingo, dia 29 de junho de 2008.

O jogo final da Euro 2008 entre Alemanha e Espanha começou bem movimentado, com ambas as seleções se postando muito bem em campo e mostrando muita vontade de conquistar o título. A Alemanha começou melhor e assustou a torcida espanhola logo aos 7 minutos com Hitzlsperger.

A partir daí o domínio do jogo passou para os espanhóis, que chutavam bastante de fora da área e realizavam boas jogadas. A Espanha parecia mais entrosada em campo e tocava a bola com mais classe e tranqüilidade.

Aos 32 minutos o espanhol Fernando Torres, que joga no Liverpool, fez o gol que levaria a seleção da Espanha ao título da Euro 2008. Cesc Fabregas fez bom lançamento para Torres, que levou vantagem sobre os zagueiros alemães e tocou para as redes na saída do goleiro Lehmann.

Os alemães ficaram abatidos em campo depois do gol tomado. Já os espanhóis aproveitaram e continuaram dominando a partida até o apito final, sempre chegando ao gol defendido por Lehmann com mais facilidade e perigo.

Com uma campanha impecável na Euro 2008, a Espanha fez por merecer seu segundo título da Eurocopa. A seleção comandada por Luís Aragonés terminou a competição com 100% de aproveitamento.

Agora os espanhóis já podem cantar e gritar sem parar: "¡Campeones, campeones, ole ole ole!" Parabéns à Furia pelo importante título conquistado.

sábado, 28 de junho de 2008

Final da Euro 2008

Confira o horário da final da Euro 2008:

Hora
29/06/2008, Domingo
Local
15h45
Alemanha
x
Espanha Viena

Ballack é dúvida na final da Euro 2008

O capitão da seleção alemã, Michael Ballack, não treinou hoje devido a um problema na panturrilha direita. A possível lesão aconteceu durante o treino realizado na manhã de ontem (27/6).

O jogador alemão, de 31 anos, sentia muitas dores na panturrilha direita e não participou dos treinos preparatórios para a final de amanhã.

A decisão final sobre a participação de Ballack na final contra a Espanha será tomada instantes antes do início da partida, já que ainda serão feitos outros exames e tratamentos antes do jogo.

"A decisão sobre se Ballack pode ou não jogar no domingo está totalmente em aberto e será tomada pouco antes do jogo. Na tarde deste sábado, Ballack ficou no hotel da equipe para ser atendido pela equipe médica da Federação Alemã", confirma o comunicado oficial emitido pela Federação Alemã.

Sua ausência na final seria uma notícia muito ruim para a seleção da Alemanha. Caso não venha mesmo a jogar, podemos falar em maldição das finais contra Ballack. Isso porque o capitão da seleção alemã nunca jogou uma final com o seu país: na Copa do Mundo de 2002, contra o Brasil, estava suspenso; não chegou à final da Copa de 2006, pois perdeu para a Itália na semifinal.

E a maldição vai além: na UEFA Champions League, em 2002, perdeu a final para o Real Madrid quando ainda jogava pelo Lerverkusen e neste ano foi derrotado na final contra o Manchester United, jogando pelo Chelsea.

sexta-feira, 27 de junho de 2008

David Villa fora da final da Euro 2008

Após deixar o gramado com um provável estiramento na coxa no jogo de ontem contra a Rússia, David Villa, da seleção da Espanha, foi submetido a exames mais minuciosos para detectar possíveis problemas musculares. Ainda havia esperança de que Villa não estivesse com nenhum problema grave e pudesse jogar no domingo contra a Alemanha.

Os exames, para tristeza dos espanhóis, denunciaram uma microruptura fibrilar no bíceps femoral da perna direita. Não é uma lesão grave, mas é impossível de recuperar em tão pouco tempo. "A lesão necessitará de um tempo de recuperação de pelo menos seis dias" declarou Jesús Jiménez, médico da seleção espanhola.

É uma pena, pois Villa vinha jogando muito bem na Euro 2008 e até então era o artilheiro da competição com 4 gols, à frente de Lukas Podolski, da Alemanha, que fez 3 e pode igualar o número de gols marcados. David Villa fará falta no time espanhol, agora a responsabilidade fica nos pés de Cesc Fabregas, que provavelmente será seu substituto no jogo da final.

quinta-feira, 26 de junho de 2008

Espanha vence e está na final... ¡Olé!

Após vencer a Rússia por 3 a 0 a Espanha se classificou para a final da Euro 2008, que será realizada no domingo (29/6) às 15h45. A vitória expressiva foi reflexo do que se viu em campo: a seleção espanhola tem muito potencial e esteve concentrada durante o jogo inteiro, jogou muito bem e mereceu a vitória. Um verdadeiro espetáculo espanhol.

O primeiro foi muito disputado e acabou terminando num empate sem gols. A Espanha guardou o melhor para o segundo tempo, e que segundo tempo. Logo aos 4 minutos Xavi aproveitou cruzamento na área feito por Iniesta e abriu o marcador. O gol abalou um pouco a seleção russa, que parecia perdida em campo.

Mais organizada em campo, a Espanha ampliou o placar com Daniel Güiza após lindo passe de primeira de Cesc Fabregas, que entrou ainda no primeiro tempo no lugar de Villa, que saiu machucado e pode não jogar a final contra a Alemanha.

Superior em todos os aspectos, La Furia Española ainda conseguiu marcar mais um gol, o que seria o ponto final para os russos na Euro 2008. Mais uma vez o passe saiu dos pés de Fabregas, que realizou uma bela partida, e quem marcou foi David Silva. Espanha 3 x 0 Rússia. Mesmo jogando com uma camisa de cor "mostarda" (que dá azar, segundo o técnico da Espanha Luís Aragonés), e não com a tradicional, os espanhóis se garantiram na final.

A Espanha, 100 % de aproveitamento na Euro 2008, eliminou a surpreendente seleção russa e agora se prepara para enfrentar a Alemanha na final. O entre Espanha e Alemanha acontece no domingo (29/6) às 15h45 em Viena, na Aústria.


quarta-feira, 25 de junho de 2008

A Alemanha já está na final da Euro 2008

Depois de levar um susto e começar perdendo para a Turquia, a seleção da Alemanha garantiu a vaga na final com um gol aos 45 minutos do segundo tempo, virando o placar para 3 a 2 a favor dos alemães.

Contrariando o que muitos achavam, quem começou melhor o jogo desta tarde foi a seleção da Turquia, e não o esquadrão alemão. Os turcos pressionavam bastante e conseguiam tocar bem a bola. Isso se transformou em gol quando Boral aproveitou o rebote do chute de Kazim Kazim, que havia desviado no travessão, e colocou por entre as pernas do goleiro alemão Jens Lehmann. Apenas 21 minutos de jogo e a Turquia já surpreendia abrindo o placar.

Após esse gol os alemães acordaram, foram para cima e só cinco minutos se passaram para o jogovoltar a ficar empatado. Podolski foi lançado, avançou pela esquerda e cruzou na área, Schweinsteiger só se adiantou à defesa e empurrou a bola para o fundo das redes com estilo. 1 a 1.

No segundo tempo as equipes estavam jogando com mais cautela, o que fez o ritmo de jogo cair bastante. Mas aos 35 minutos a Alemanha conseguiu virar a partida. Miroslav Klose marcou de cabeça após cruzamento de Philipp Lahm e falha do goleiro turco Rustu.

Muita emoção ainda estava por vir. Os turcos batalharam e chegaram ao empate, deixando o jogo mais nervoso, parecendo que seria decidido na prorrogação. Aos 41 minutos do segundo tempo Semih Senturk desviou para dentro do gol de Lehmann.

Os turcos estavam acostumados a decidir tudo no último minuto, como foi contra a Croácia nas quartas de final e contra Rep. Tcheca e Suíça na fase de grupos. Mas desta vez foi a Turquia quem sofreu o revés. Philipp Lahm fez tabela com Hitzlsperger e acertou um belo chute no gol.

A Alemanha bateu a Turquia e já se prepara para a final da Euro 2008. O adversário dos alemães sairá do jogo entre Rússia e Espanha, que acontece amanhã às 15h45.

terça-feira, 24 de junho de 2008

Clima de decisão na Euro 2008

Faltam menos de 24 horas para o primeiro jogo da Semifinal da Euro 2008 começar e o clima já começa a esquentar ainda mais.

Amanhã Alemanha e Turquia se enfrentam. Os alemães são os favoritos perante o time turco, que sofre com a perda de vários jogadores, seja por lesão ou por suspensão devido ao número de cartões amarelos.

Com três títulos da Eurocopa, a seleção da Alemanha é a maior vencedora da competição e agora busca o tetracampeonato. Mas primeiro deverá passar pela Turquia, uma das surpresas da Euro 2008.

Mas os turcos, apesar de terem conquistado uma vaga na semifinal de maneira surpreendente, possuem sérios problemas: o técnico da seleção da Turquia, Fatih Terim, só tem a sua disposição 11 jogadores de linha e dois goleiros para o confronto com a Alemanha, já que a maioria dos reservas cumpre suspensão ou está machucada.

Melhor para os alemães, que contam com seu pelotão completo após a volta de Torsten Frings, que havia fraturado uma costela e ficou fora do jogo contra Portugal. Uma batalha emocionante está para acontecer amanhã às 15h45. Que assim seja.

segunda-feira, 23 de junho de 2008

Euro 2008: Semifinais

Muita emoção nos jogos da próxima fase da Euro 2008. Confira:

Hora
25/06/2008, Quarta
Local
15h45
Alemanha
x
Turquia Basiléia
Hora
26/06/2008, Quinta
Local
15h45
Rússia
x
Espanha Viena

domingo, 22 de junho de 2008

Nos pênaltis, deu Espanha

O último jogo das quartas-de-final foi emocionante. Um duelo entre as seleções da Espanha e da Itália, que acabou em 0 a 0 e precisou ser decidido nos pênaltis.

A seleção espanhola foi melhor em campo desde o começo da partida, criando boas jogadas e levando perigo ao gol de Buffon. Já a Itália praticava seu estilo de jogo preferido: a famosa retranca.

O tempo passava e nenhum gol surgia. Ambas as seleções criavam boas oportunidades, mas paravam nas muralhas, também conhecidas como Gianluigi Buffon, no lado italiano, e Iker Casillas, no lado espanhol. Eles foram, com certeza, os nomes do jogo.

Encerrados os 90 minutos de jogo, e o placar continuava o mesmo do início da partida. Prorrogação. O terceiro jogo das quartas-de-final a ser decidido no tempo extra. Mas no tempo extra nada mudou. Para deixar os torcedores ainda mais nervosos e causar mais emoção, tudo seria resolvido nos pênaltis.

Dois grandes goleiros. Buffon tentou, mas só conseguiu defender a cobrança feita por Daniel Güiza, que entrou no lugar de Fernando Torres e não fez praticamente nada em campo. O herói desta noite foi Iker Casillas, ao defender duas cobranças dos italianos: Daniele De Rossi e Antonio Di Natale pararam nas mãos do goleiro espanhol. Casillas garantiu a classificação da Espanha na semifinal da Euro 2008.

La Furia Española eliminou a atual campeã do mundo, a Squadra Azzurra, por 4 a 2 nos pênaltis e agora enfrenta a Rússia, a grande surpresa da Euro 2008, em confronto válido pela semifinal.

sábado, 21 de junho de 2008

O gigante russo acordou

A Rússia venceu a seleção holandesa na tarde deste sábado por 3 a 1. Foi um grande jogo e os russos mereceram a vitória. Creio que a Rússia é a "zebra" da Euro 2008, ainda mais por derrotar a badalada seleção laranja.

O jogo foi muito emocionante e só foi definido no segundo tempo da prorrogação. A seleção russa corria mais em campo, estava mais concentrada. Os russos conseguiram anular o meio-campo holandês com uma excelente marcação.

Depois de tanto pressionar os russos chegaram ao gol. 10 minutos do segundo tempo, Pavlyuchenko recebeu cruzamento rasteiro e mandou para o fundo das redes de Van der Sar. Esse gol deixou o time da Holanda ainda mais desconcertado em campo.
Com a vantagem, a seleção russa não deixou de pressionar, já que queria aumentar o placar. Foi um gol desperdiçado atrás do outro. Mas o jogo ainda ficou mais emocionante, pois aos 40 minutos do segundo tempo Van Nistelrooy cabeceou para dentro do gol e empatou o jogo após uma cobrança de falta.

Prorrogação. Mesmo sofrendo o empate no finalzinho do tempo regulamentar, a Rússia não se abalou e partiu para cima da Holanda no primeiro tempo da prorrogação, aproveitando boas oportunidades com direito até a um belo chute de Pavlyuchenko que acertou o travessão.

Foi no segundo tempo da prorrogação que as coisas aconteceram. A seleção russa comandada pelo holandês Guus Hiddink foi muito superior à Holanda durante todo o jogo e chegou ao segundo gol com Torbinski, que aproveitou bela jogada e cruzamento feitos por Arshavin. Isso aos 7 minutos.

Os holandeses começaram a jogar na base do chutão, o que acabou não surtindo efeito algum. E para acabar com as esperanças do comandante da "Laranja Mecânica", Marco Van Basten, aos 10 minutos Arshavin aproveitou desatenção da defesa holandesa e fez belo gol.

Rússia 3 x 1 Holanda. Um resultado justo para o que se viu durante os 120 minutos de jogo. Parabéns para a Rússia, uma seleção que batalhou do início ao fim, acreditando em todas as bolas. Em outras palavras, a seleção russa jogou muita bola e arrebentou com o time holandês, que prometia muito e acabou falhando quando não devia.

Os russos aguardam o seu adversário na semifinal da Euro 2008: o vencedor do confronto entre Espanha e Itália, jogo que acontece amanhã às 15h45.

sexta-feira, 20 de junho de 2008

Turquia vence Croácia e está na semifinal

A Turquia venceu nos pênaltis a seleção Croata na tarde desta sexta-feira e enfrentará a Alemanha dia 25/6, no jogo da semifinal.

Os "azarões" da Euro 2008 fizeram um jogo muito parado. Tanto a Turquia como a Croácia ficaram se estudando em campo e esqueceram de agir. Esse jogo chegou até a dar sono, pois não saía do zero a zero e tinha pouquíssimos lances emocionantes.

Mas isso mudou nos últimos minutos do segundo tempo da prorrogação. Tudo indicava que o jogo seria decidido nas cobranças de pênalti, porém, faltando 1 minuto para acabar o segundo tempo da prorrogação, Klasnic marcou um gol de cabeça para a Croácia após uma saída equivocada de Rustu.

Os croatas festejaram como nunca, pensando terem conquistado a classificação para a semifinal. Ledo engano. Passados dois minutos, já nos acréscimos, Rustu lançou a bola na grande área croata e Semih Senturk marcou um golaço que levou a decisão para os pênaltis.

Esse gol marcado no último minuto pelos turcos abalou a seleção Croata, que acabou desperdiçando três cobranças de pênalti. Dessa forma os croatas perderam a vaga da semifinal para a Turquia, a grande surpresa da Euro 2008.

quinta-feira, 19 de junho de 2008

Deutschland! Deutschland!

O primeiro jogo das quartas-de-final foi emocionante. Poucos acreditavam na capacidade da Alemanha, que "quase" não conseguiu a classificação. Muitos enalteciam o futebol apresentado por Portugal. Mas o que vimos hoje foi a vitória da Alemanha sobre Portugal pelo placar de 3 a 2.

A Alemanha começou o jogo melhor que a seleção lusitana, pressionando a saída de bola com forte marcação. O time comandado por Felipão estava parecendo perdido em campo, meio acuado. E os alemães perceberam isso e tiraram proveito logo aso 21 minutos do primeiro tempo. Após boa jogada Podolski cruzou na área para a finalização certeira de Schweinsteiger. 1 a 0 para a Alemanha.

Embalados com o primeiro gol, os alemães ampliaram a vantagem 5 minutos depois. Klose aproveitou cruzamento de bola parada, subiu sozinho e cabeceou para o fundo das redes do goleiro Ricardo, que nada pôde fazer. Nuno Gomes ainda conseguiu diminuir a vantagem no final do primeiro tempo, aos 39 minutos, após pegar o rebote dado por Lehmann depois de belo chute de Cristiano Ronaldo.

O jogo começava a ficar dramático para os portugueses, que sofreram o terceiro gol aos 16 minutos do segundo tempo. Dessa vez foi o capitão Michael Ballack quem cabeceou para dentro do gol português. Os lusitanos conseguiram diminuir a vantagem com Hélder Postiga aos 41 minutos, mas já era tarde demais. Alemanha avança para a semifinal e elimina o time português.

Com essa derrota a seleção portuguesa foi eliminada e deu adeus à Euro 2008 e também ao técnico Felipão, que assinou contrato com o Chelsea da Inglaterra. Já a Alemanha aguarda a seleção vencedora do confronto de amanhã entre Croácia e Turquia. Grandes chances de a seleção alemã cruzar novamente com a Croácia, que conseguiu vencer os alemães e deixá-los numa situação não muito confortável na primeira fase.

Melhor um empate do que uma derrota

O Brasil empatou sem gols ontem com a Argentina, em jogo válido pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2010, e perdeu a oportunidade de conquistar 3 pontos e ficar mais tranqüilo na classificação.

O jogo começou bem interessante. Logo aos 4 minutos o Brasil quase marcou em cobrança de escanteio. A partida prometia ser "quente". E logo em seguida os Argentinos responderam e quase marcaram após uma cobrança de falta.

Tanto Brasil como Argentina corriam bastante em campo e realizavam uma marcação muito forte. A melhor chance de gol do jogo aconteceu aos 22 minutos do primeiro tempo, a favor do Brasil. Robinho fez bela jogada e chutou forte, mas a bola carimbou a zaga e sobrou limpa para Júlio Baptista que deu um belo chute e, de forma espetacular, o goleiro argentino Abbondanzieri conseguiu realizar a defesa. Júlio Baptista, a meu ver, o melhor jogador do Brasil em campo.

O Brasil quase chegou ao gol, outra vez com Robinho. O camisa 11 da seleção recebeu lançamento na ponta esquerda e correu livre de marcação, até que Abbondanzieri apareceu para dar combate. Robinho ficou sem ângulo e não conseguiu chutar. Aí a defesa argentina já estava arrumada e conseguiu desarmar o craque brasileiro.

No segundo tempo quem teve mais posse de bola e fez mais pressão foi a Argentina. Mas também não conseguiu chegar ao gol. Resultado final: Brasil 0 x 0 Argentina. Melhor um empate do que uma derrota, isso quando falamos de pontuação e colocação na tabela.

O jogo foi disputado e muito diferente do jogo que a seleção brasileira realizou contra o Paraguai (ainda bem!). Diferentemente do jogo de domingo passado, quando a seleção estava apática e perdida em campo, ontem os jogadores se mostraram mais concentrados na partida. Mas mesmo assim ficou faltando o gol que melhoraria a situação brasileira nas Eliminatórias.

Confira a tabela de classificação:

Colocação Time PG J V E D GP GC SG
Paraguai 13 6 4 1 1 13 5 8
Argentina 11 6 3 2 1 9 3 6
Colômbia 10 6 2 4 0 4 2 2
Chile 10 6 3 1 2 9 9 0
Brasil 9 6 2 3 1 8 4 4
Uruguai 8 6 2 2 2 15 6 9
Venezuela 7 6 2 1 3 8 10 -2
Equador 5 6 1 2 3 7 13 -6
Bolívia 4 6 1 1 4 7 17 -10
10º Peru 3 6 0 3 3 3 15 -12

quarta-feira, 18 de junho de 2008

Euro 2008 - Quartas-de-final

Confira abaixo os jogos das quartas-de-final da Euro 2008:

Amanhã (19/6)
15h45 - Portugal x Alemanha

Sexta-feira (20/6)
15h45 - Croácia x Turquia

Sábado (21/6)
15h45 - Holanda x Rússia

Domingo (22/6)
15h45 - Espanha x Itália

Euro 2008 - 18/6

Rússia 2 x 0 Suécia

A Rússia se classificou de forma heróica para as quartas-de-final ao derrotar a seleção da Suécia com dois gols marcados.

Precisando da vitória para avançar na competição, os russos começaram o jogo motivados, marcando forte e fazendo pressão na Suécia, que só dependia de um empate. Mas quem quase abriu o placar aos 9 minutos foram os suecos, com Ibrahimovic.

A Suécia estava melhor em campo, mas os russos começaram a melhorar com o desenrolar do primeiro tempo. Aos 21 minutos a Rússia quase marcou com Zhirkov, que chutou a bola rente à trave do goleiro Isaksson.

Mas como precisava dos três pontos para conquistar a classificação, a seleção russa foi atrás do resultado, e abriu o placar com Pavlyuchenko aos 23 minutos. A partir daí a história do jogo mudou completamente e quem passou a "correr atrás" foi a equipe sueca. A Suécia ainda teve boas oportunidades de empatar o jogo no primeiro tempo, mas ficou só no quase.

Determinada a selar sua participação nas quartas-de-final, a Rússia ampliou a vantagem logo aos 5 minutos. Com isso a Suécia precisava de dois gols para empatar e conseguir a classificação. Após o segundo gol a equipe russa passou a dominar o jogo e quase aumentou ainda mais a vantagem no marcador.

Nas quartas-de-final a Rússia enfrenta ninguém menos que a poderosa Holanda num jogo que promete muita emoção.

Espanha 2 x 1 Grécia

A Grécia fez uma campanha decepcionante e se despediu da Euro 2008 com uma derrota para os reservas da seleção da Espanha.

Apesar de ter saído na frente com gol de Charisteas aos 41 minutos do primeiro tempo, os atuais campeões da Eurocopa não conseguiram segurar a seleção espanhola. Nos 15 minutos do segundo tempo a Furia empatou com Rúben De la Red, que chutou forte e saiu para o abraço.

A Espanha parecia não estar preocupada com o resultado, pois já estava garantida na próxima fase da Euro 2008 ocupando a primeira posição do Grupo D. Mesmo assim os espanhóis marcaram no final da partida e mantiveram 100 % de aproveitamento na competição. O gol foi de Daniel Güiza, aos 43 minutos da etapa final.

terça-feira, 17 de junho de 2008

Euro 2008 - 17/6

Holanda 2 x 0 Romênia

Mesmo jogando com os reservas a Holanda ganhou da seleção romena por 2 a 0 na tarde desta terça-feira. A Romênia dependia de uma vitória contra Holanda e ainda de um empate entre Itália e França para avançar para as quartas-de-final.

A Holanda, que já estava classificada, jogava com calma e sem preocupações. A Romênia parecia não depender da vitória, pois estava sem motivação e não levava perigo ao goleiro reserva holandês, Stekelenburg.

No segundo tempo veio o castigo para os romenos. Huntelaar abriu o placar aos 8 minutos, após receber passe de Boulahrouz. Esse gol abalou a seleção da Romênia, que ficou mais apática que antes.

Para finalizar a primeira fase com mais uma boa vitória, Van Persie dominou a bola no peito dentro da área e chutou para dentro do gol. Holanda 2 x 0 Romênia. 100% de aproveitamento para a Laranja mecânica.

Agora a Holanda aguarda o adversário do seu jogo das quartas-de-final (21/6), que sairá do confronto entre Rússia e Suécia, realizado amanhã às 15h45.


Itália 2 x 0 França

Em jogo decisivo, a seleção italiana conseguiu a vitória sobre a França e se classificou para as quartas-de-final, quando enfrentará a seleção da Espaha (22/6), a primeira colocada do grupo D.

O jogo foi decidido quando Luca Toni foi sofreu pênalti e arbitragem expulsou o francês Abidal, isso aos 23 minutos do primeiro tempo. Andrea Pirlo converteu e colocou a Squadra Azurra à frente no marcador.

A partir daí a Itália passou a dominar a partida e ter ótimas chances de ampliar a vantagem durante o resto do primeiro tempo. A França, que estava em campo com um jogador a menos, só acordou aos 34 minutos do segundo tempo, quando Henry quase empatou a partida.

A França começou o segundo tempo determinada a empatar e virar o jogo. Mas essa chama de determinação foi apagada aos 17 minutos, quando Daniele De Rossi cobrou uma falta que desviou no meio do caminho e entrou no gol, enganando o goleiro francês Coupet.

Com esse resultado a Itália eliminou a França e garantiu sua permanência na Euro 2008.

Euro 2008 - 16/06

Croácia 1 x 0 Polônia

A seleção da Croácia venceu a Polônia na tarde de segunda-feira (16/6) e mantém 100% na Euro 2008. A equipe croata podia empatar e até perder, pois já estava classificada para as quartas-de-final.

A situação da Polônia era bem diferente e complicada. Precisava da vitória e ainda dependia de um empate no jogo disputado entre Áustria e Alemanha.

O único gol saiu aos 8 minutos do segundo tempo. Klasnic recebeu belo passe de Pranjic e bateu de primeira para acabar com as esperanças dos poloneses.

A Croácia enfrentará a seleção da Turquia nas quartas-de-final da Euro 2008 no dia 20/6.



Alemanha x 0 Áustria

A seleção alemã conseguiu a classificação para a próxima etapa da Euro 2008 com uma vitória seimples de 1 a 0 sobre a Áustria. Para se classificar a Alemanha precisava apenas de um empate.

O jogo não foi dos mais emocionantes. Apesar de a Áustria precisar da vitória para seguir viva na competição, os anfitriões não pareciam motivados em campo e não realizaram uma bo partida.

A Alemanha também não estava jogando bem. Mas aos 4 minutos do segundo tempo Michael Ballack fez uma bela cobrança de falta, acertando o ângulo esquerdo do goleiro austríaco. E o jogo ficou por isso mesmo: Alemanha 1 x 0 Áustria.

O confronto válido pelas quartas-de-final não será nada fácil: o alemães terão de enfrentar a seleção de Portugal no dia 19/6.


segunda-feira, 16 de junho de 2008

Euro 2008 - 15/6

Turquia 3 x 2 Rep. Tcheca

Até agora esse foi o jogo mais emocionante da Euro 2008. Turquia e Rep. Tcheca disputaram a segunda posição do Grupo A, que levava à classificação para as quartas-de-final, de maneira espetacular. Os turcos, de maneira impressionante, conseguiram reverter o placar de 2 a 0 nos últimos minutos do segundo tempo.
A Rep. Tcheca abriu o marcador aos 33 minutos do primeiro tempo, com cabeçada de Koller. O jogo estava bem disputado, com boas oportunidades para ambas as seleções. Mas quem marcou no início do segundo tempo foram os tchecos. Aos 16 minutos Plasil completou cruzamento de Sionko direto nas redes.
Parecia o fim da participação da Turquia na Euro 2008 e a glória da Rep. Tcheca. Só parecia, pois aos 29 minutos da etapa final começou a reação turca. Hamit Altintop cruzou para o meia Arda Turan, que chutou forte sem dar chances ao grande goleiro Petr Cech. Novamente Altintop foi o garçom para o gol turco, desta vez serviu Nihat aos 41 minutos, que empatou o jogo após saída equivocada de Cech.
Jogo nervoso. O empate levaria a disputa para os pênalties. Eis então que surgiu o gol salvador para a Turquia. Mais uma vez Nihat, que joga no Villareal da Espanha. Surpreendente Turquia (de novo) classificada para as quartas-de-final da Euro 2008.

Suíça 2 x 0 Portugal

A seleção lusitana já estava classificada, então Felipão escalou um time reserva para enfrentar a anfitriã Suíça. Melhor para o suíços, que conseguiram sair com pelo menos uma vitória na competição européia.
Mesmo atuando com time misto, a seleção portuguesa quase abriu o placar aos 18 minutos do primeiro tempo em cobrança de falta de Nani, que joga no time do Manchester United. Já no segundo tempo Portugal meteu uma bola na trave do goleiro suíço Zuberbuhler , novamente Nani.
Quem abriu a contagem de gols foi Hakan Yakin, o turco naturalizado suíço, aos 25 minutos da segunda etapa. O atacante recebeu na frente e tocou a bola para dentro das redes na saída do goleiro Ricardo. O segundo gol saiu após cobrança de pênalti. Barnetta foi derrubado na área e Yakin fez excelente cobrança, sem chances para o goleiro Ricardo. Suíça, eliminada, dois, Portugal, classificado, zero.

Só dá Corinthians


Na Série B do Campeonato Brasileiro o Corinthians aplica mais uma goleada e continua na liderança com 100% de aproveitamento. A vítima do sábado (14/6) foi o Brasiliense, que está na 11ª posição da tabela. O placar de 4 a 1 a favor do Corinthians foi construído com certa facilidade.

O jogo começou com o Corinthians dominando a partida com muita posse de bola. Logo aos 16 minutos de partida veio o presente para os corintianos: Alessandro cobrou escanteio e o zagueiro William cabeçeou forte para dentro das redes. O time de Brasília não esboçava reação e pouco incomodou o goleiro Júlio César. Aos 33 minutos do primeiro tempo o Corinthians quase ampliou com Eduardo Ramos, mas o goleiro do Brasiliense realizou bela defesa para evitar o que seria o segundo gol alvinegro.

Se no primeiro tempo o Brasiliense estava meio tímido e assustado em campo, no começo da segunda etapa eles vieram com fome de jogo e de gol. Mas nas poucas oportunidades criadas, Júlio César cumpriu seu papel e realizou importantes defesas.

Aos 21 minutos do segundo tempo Herrera recebeu passe de Dentinho e chutou rasteiro, marcando seu quinto gol na competição, aumentando o placar: Corinthains 2 x 0 Brasiliense. E para esfriar ainda mais os ânimos dos jogadores do Brasiliense, o argentino Herrera foi derrubado dentro da área 3 minutos após ter feito seu gol: pênalti! Chicão bateu bem, no canto direito, e saiu para comemorar com a torcida.

Nos 44 minutos virou goleada. Em rápido contra-ataque, Douglas tocou na intermediária para André Santos, que correu sozinho até entrar na área do goleiro Guto e chutar no canto direito para marcar seu gol. O Brasiliense conseguiu dimiuir o placar com Adrianinho, mas não restava mais tempo. No Pacaembu: Corinthians 4 x 1 Brasiliense.

Com esse resultado o Corinthians se isolou na liderança com 18 pontos, sete à frente do São Caetano. No próximo sábado o Timão enfrenta a Ponte Preta em Campinas às 16h.

domingo, 15 de junho de 2008

Até quando, Dunga?

Mais um jogo da seleção brasileira para se esquecer. O Brasil apresentou um futebol feio, jogadores perdidos em campo, falta de entrosamento... e perdeu novamente por 2 a 0, dessa vez foi para o Paraguai. Até quando será assim, Dunga?

Já o Paraguai, jogando em casa com o apoio da torcida, fez uma bela partida. Tocou bem a bola, time concentrado, com um esquema tático definido. Esquema tático que parece não existir na seleção comandada por Dunga.

A seleção paraguaia abriu o placar aos 25 minutos do primeiro tempo, com Santa Cruz após cobrança de escanteio. O Brasil quase empatou com 32 minutos de jogo em jogada de Luís Fabiano e Robinho, mas ficou só no quase.

No início do segundo tempo Véron foi expulso e deixou o Brasil com a vantagem numérica. Mas não houve tempo para aproveitar, já que Cabañas marcou o segundo gol paraguaio 1 minuto após a expulsão, jogando um balde de água fria nos brasileiros.

Mesmo jogando com um a menos desde os 2 minutos do segundo tempo, a seleção Paraguaia dominava a partida e teve chances de aumentar o placar. Mas terminou assim: Paraguai 2 x 0 Brasil. Uma atuação pífia da seleção brasileira.

O Brasil está em quarto lugar na tabela de classificação para a Copa do Mundo de 2010 e enfrenta a seleção da Argentina em jogo complicado no dia 18/6. Há muito que se fazer com essa seleção, se continuar repetindo as últimas atuações podemos ficar sem ir para uma copa do mundo pela primeira vez na história.

Euro 2008 - Classificação 2ª rodada

pos
Grupo A
P
J
V
E
D
GP
GC
SG
Portugal62200514
Turquia3210123-1
República Tcheca3210123-1
Suíça0200213-2
pos
Grupo B
P
J
V
E
D
GP
GC
SG
Croácia62200312
Alemanha32101321
Áustria1201112-1
Polônia1201113-2
pos
Grupo C
P
J
V
E
D
GP
GC
SG
Holanda62200716
Romênia22020110
França1201114-3
Itália1201114-3
pos
Grupo D
P
J
V
E
D
GP
GC
SG
Espanha62200624
Suécia32101321
Rússia3210124-2
Grécia0200203-3

sábado, 14 de junho de 2008

Euro 2008 - 14/6

¡ Olé !

Outra candidata ao título da Euro 2008, a seleção espanhola venceu a Suécia por 2 a 1 com um gol de David Villa aos 47 minutos do segundo tempo.

O jogo foi bem movimentado e disputado. Logo aos 15 minutos do primeiro tempo a Espanha marcou o primeiro gol. Em jogada de escanteio ensaiada, Fernando Torres arrematou de dentro da área e saiu para o abraço: Espanha 1 x 0 Suécia. Mas a Suécia batalhou e chegou ao empate com 34 minutos de bola rolando. Zlatan Ibrahimovic recebeu lançamento, livrou-se da marcação e chutou forte, sem chances para o goleiro Iker Casillas.

Tudo indicava que a partida terminaria empatada em 1 a 1. Ledo engano. O gol salvador saiu dos pés do espanhol David Villa. Já nos acréscimos, 46 minutos jogados, a defesa sueca bateu cabeça e Villa aproveitou para marcar o segundo da Espanha partida, o quarto dele na Euro 2008. Com essa vitória a Espanha se garantiu nas quartas-de-final da competição.

Grécia diz adeus à Euro 2008

A seleção grega perdeu para a Rússia por 1 a 0 e disse adeus à Euro 2008. Com essa vitória a Rússia garantiu a Espanha nas quartas-de-final na primeira posição e continua na luta pela outra vaga. A Rússia precisa vencer a Suécia na quarta-feira (18/6) para se classificar.

O gol russo saiu numa falha do goleiro Nikopolidis. E uma falha gritante. Aos 32 minutos, a bola foi cruzada na área grega e Nikopolidis saiu muito mal e deixou o gol livre para Zyryanov marcar para a seleção Russa.

Euro 2008 - 13/6

Itália se complica

A seleção italiana conseguiu apenas um empate diante da Romênia no jogo de sexta-feira (13/6). Itália 1 x 1 Romênia. Com esse resultado a seleção comandada por Roberto Donadoni ficou na terceira posição no Grupo C.

No início do primeiro tempo a Azurra começou melhor, mas quase tomou um gol aos 18 minutos. Chivu cobrou falta pelo time da Romênia e acertou a trave, assustando Buffon. No final da primeira etapa a Itália marcou um gol de cabeça com Luca Toni, mas a arbitragem marcou impedimento, anulando o gol.

A Romênia começou o segundo tempo mais entrosada e abriu o placar com Mutu. Porém, apenas um minuto depois a Itália chegou ao gol de empate com Panucci. A chance do jogo foi desperdiçada pela Romênia, que teve um pênalti a seu favor aos 34 minutos do segundo tempo. Buffon defendeu a cobrança de Mutu e saiu como o herói da partida.

Chocolate holandês

A Holanda teve mais uma bela atuação na Euro 2008 e goleou a seleção da França por 4 a 1, um verdadeiro chocolate. A seleção holandesa garantiu a liderança do Grupo C e também a classificação para as quartas-de-final.

Enquanto a Holanda se movimentava bem em campo e realizava boas jogadas, a seleção francesa estava apática e parecia perdida. Não demorou para a seleção holandesa abrir o marcador contra a França. Aos 9 minutos do primeiro tempo Kuyt cabeceou para dentro das redes após cobrança de escanteio. Após ter sofrido o gol a França conseguiu acertar a marcação pressionou a Holanda até o final, mas sempre parando nas mãos do goleiro Edwin Van der Sar.

A equipe comandada por Marco Van Basten começou o segundo tempo num ritmo forte e chegou ao segundo gol aos 14 minutos. Arjen Robben puxou bom contra-ataque e serviu Van Persie, que afundou a rede do goleiro francês Grégory Coupet, que ainda encostou na bola antes de ela entrar.

Aos 25 minutos a França esboçou uma reação. Após contra-ataque, Sagnol cruzou para Henry marcar seu gol. Mas não houve tempo para comemorar. Apenas 1 minuto depois do gol francês Robben recebeu dentro da área e chutou quase sem ângulo, marcado por dois franceses. Um golaço.

O que era uma vitória se transformou em goleada aos 46 minutos da etapa final. Sneijder recebeu passe e chutou de fora da área, encobrindo o goleiro Coupet, outro golaço. Duas goleadas sustentaram a primeira posição e a classificação para as quartas-de-final. E mais: duas goleadas nas seleções finalistas da Copa do Mundo de 2006, Itália e França. Esse time holandês promete.

sexta-feira, 13 de junho de 2008

Polônia 1 x 1 Áustria

Mais um jogo emocionante na Euro 2008. Áustria e Polônia realizaram um duelo pela sobrevivência na tarde de ontem, quinta-feira (12/6). Resultado de 1 a 1 foi injusto, pois a Polônia apresentou um futebol melhor e mais técnico. Destaque para o goleiro polonês Artur Boruc, que realizou excelentes defesas durante toda a partida.

A seleção austríaca começou a partida num ritmo forte. Motivada pela torcida, parecia que conseguiria abrir o placar com facilidade, pois mantinha a posse de bola e chegava sempre com perigo ao gol de Boruc, da Polônia. Era apenas impressão.

A seleção polonesa mudou a história do jogo num contra-ataque rápido. O polonês Saganowski penetrou na área e chutou cruzado, a bola passou por todo mundo e sobrou nos pés de Roger Guerreiro, brasileiro naturalizado polonês, que só teve o trabalho de empurrar a bola para o fundo da rede quando o relógio marcava 30 minutos.

A partir do gol polonês o jogo mudou. Os polacos mantiveram a calma, ficaram com a posse da bola e começaram a mandar no jogo. Apesar das boas oportunidades criadas, a Polônia não conseguiu aumentar a vantagem.

Tudo indicava que a seleção polonesa ia sair com a vitória. Porém, aos 46 minutos do segundo tempo o árbitro Howard Webb (Inglaterra) marcou penalty após flagrar Lewandowski derrubando Prodl dentro da área. Vastic fez bela cobrança e igualou o placar.

Tudo é possível no Grupo B (Croácia, Alemanha, Áustria e Polônia). Quem está em situação mais confortável é a Croácia, que tem 100% de aproveitamento na Euro 2008 e só precisa de um empate para se classificar para as quartas-de-final.

quinta-feira, 12 de junho de 2008

Croácia vence Alemanha e lidera Grupo B

Na tarde desta quinta-feira a Croácia ganhou da seleção alemã por 2 a 1 e se aproximou da classificação para as quartas-de-final da Euro 2008. Com dois jogos e duas vitórias, a seleção croata agora soma 6 pontos ganhos.

O primeiro gol do jogo e dos croatas surgiu através de um cruzamento. Pranjic cruzou na área e Srna se antecipou à defesa e desviou para o gol, sem chances para o goleiro alemão Jens Lehmann.

Mas quem jogava melhor, tinha o domínio da bola e criava boas oportunidades era a seleção da Alemanha. O primeiro tempo acabou ficando por isso mesmo, meio morno, sem muitas emoções.

O segundo tempo começou mais movimentado, com Alemanha buscando o empate e a seleção croata apenas aceitando a pressão dos alemães. A seleção alemã continuava com maior posse de bola. Como quem não faz leva... a defesa alemã bobeou e perdeu a bola no meio-campo para os croatas e tomou um gol. Isso aconteceu aos 16 minutos do segundo tempo. O croata Corluka cruzou na área, a bola foi desviada pelo "polonês-alemão" Podolski e explodiu na trave esquerda de Lehmann, sobrando para Olic com o gol livre para marcar o segundo tento e dificultar as coisas para a Alemanha.

Os alemães conseguiram diminuir com Podolski, marcando um gol aos 33 minutos do segundo tempo. Mas ficou por isso mesmo. A Croácia soube aproveitar o tempo mantendo a posse de bola e acabando com as esperanças de empate dos alemães.

Com esse resultado a Alemanha precisa da vitória contra a Áustria no dia 16/6 para conseguir vaga na próxima fase. Já para a Croácia basta um empate com a Polônia para jogar as quartas-de-final.

Deu Sport, de Recife


O Sport Club Corinthians Paulista começou o jogo exatamente como não devia: na retranca. Ao invés de começar na pressão, como no jogo realizado no Morumbi, e marcar um gol no início da partida para deixar a situação mais confortável, preferiu aguardar o time do Sport de Recife.

Já o Sport, bom, o time de Recife fez a lição como o professor Nelsinho Baptista pediu: começou com a iniciativa, pressionando... até que surgiu o gol. Com o apoio da torcida, e que torcida, embalou e fez logo o segundo, para o desespero dos corintianos.

Para o Corinthians bastava um empate, ou até mesmo uma derrota por um gol de diferença para levar o título da Copa do Brasil, pois no jogo realizado semana passada havia ganhado por 3 a 1.

Sport 2 x 0 Corinthians. Resultado justo para o que foi visto em campo no Recife. Uma equipe empenhada em conquistar o título inédito da Copa do Brasil, a outra pensando já tê-lo conquistado com uma vitória em casa. Mas o futebol não é assim! O futebol deve ser jogado sempre com dedicação, do início ao fim. Foi o que faltou ao Corinthians, que perdeu quando não devia.

A arbitragem também deixou a desejar. Mas isso são outros quinhentos, os méritos são mesmo do Sport, que jogou melhor e aproveitou as oportunidades de gol.

Para os corintianos: levantar a cabeça e manter a campanha impecável que vêm realizando na Série B do Campeonato Brasileiro. Para o time do Sport: comemorar o título inédito e se preparar para a Copa Libertadores de 2009.

Decisão é assim mesmo: uns choram, outros festejam de alegria.


quarta-feira, 11 de junho de 2008

Surpreendente Turquia

Ninguém apostava nesse time da Turquia, que perdeu o primeiro jogo da Euro 2008 para Portugal por 2 a 0. Agora a seleção turca disputará a vaga para a próxima da fase com a República Tcheca no domingo (15/6).

Hoje, em jogo emocionante, a Turquia venceu de virada a seleção suíça por 2 a 1 com um gol no finalzinho do segundo tempo.

A partida foi marcada pela chuva, que acabou ajudando a Suíça a abrir o placar aos 31 minutos do primeiro tempo. Derdiyok cruzou a bola na área e ela acabou parando numa poça d'água na frente do atacante suíço Yakin, que só teve o trabalho de colocar a bola para dentro do gol e comemorar.

O empate só aconteceu no segundo tempo. Nihat fez um belo cruzamento e Senturk, que havia entrado no intervalo, completou de cabeça para as redes. O goleiro suíço ainda resvalou na bola, mas não o suficiente para evitar o gol.

Então a seleção da Suíça passou a oferecer mais perigo ao gol de Volkan. Mas, com grandes defesas, o goleiro turco garantia o empate para sua seleção. Quando ambas as seleções se conformavam com o resultado, aos 47 minutos do segundo tempo o turco Turan chutou forte de fora da área e contou com um desvio no defensor suíço Lichtsteiner, que acabou enganando o goleiro Benaglio e encobrindo-o.

Foi o jogo mais emocionante da Euro 2008 até agora. Até porque com o resultado desta partida a Suíça foi eliminada, a seleção de Portugal se garantiu na próxima fase e Turquia ficou com mais esperanças de se classificar para as quartas-de-final. Será em jogo complicado que descobriremos quem avançará junto com a seleção portuguesa: República Tcheca ou Turquia?

Festa portuguesa

Portugal vence partida contra a forte seleção da República Tcheca por 3 a 1 e lidera o Grupo A. O jogo foi bem movimentado e agradável de se assistir. Apesar de ter sido uma vitória com dois gols de diferença, o jogo foi muito disputado. Logo aos 8 minutos Deco abriu o placar após uma sobra de bola de uma dividida entre Cristiano Ronaldo e o goleiro Petr Cech.

Mas a torcida lusitana comemorou por pouco tempo. Em cobrança de escanteio aos 17 minutos o tcheco Sionko mandou a bola de cabeça para dentro das redes do goleiro Ricardo.

O placar só voltou a se alterar no segundo tempo. Cristiano Ronaldo recebeu um belo passe de Deco e bateu de primeira no canto direito de Cech, que não conseguiu chegar na bola para evitar o gol.

A seleção tcheca não se deixou abalar e continuava levando perigo ao gol de Ricardo com jogadas de bolas aéreas. Mas os portugueses acabaram com as esperanças dos tchecos nos acréscimos. Cristiano Ronaldo avançou com velocidade num contra-ataque e deixou Quaresma na cara do gol para finalizar a partida com o placar de 3 a 1.


A seleção comandada pelo técnico brasileiro Luiz Felipe Scolari mostrou-se muito organizada em campo, mas ainda há detalhes que devem ser corrigidos. No jogo de hoje pudemos ver certa deficiência na defesa com relação a bolas aéreas.

terça-feira, 10 de junho de 2008

Euro 2008 - Classificação 1ª rodada

pos
Grupo A
P
J
V
E
D
GP
GC
SG
Portugal31100202
República Tcheca31100101
Suíça0100101-1
Turquia0100102-2
pos
Grupo B
P
J
V
E
D
GP
GC
SG
Alemanha31100202
Croácia31100101
Áustria0100101-1
Polônia0100102-2
pos
Grupo C
P
J
V
E
D
GP
GC
SG
Holanda31100303
França11010000
Romênia11010000
Itália0100103-3
pos
Grupo D
P
J
V
E
D
GP
GC
SG
Espanha31100413
Suécia31100202
Grécia0100102-2
Rússia0100114-3

Deuses gregos? Não, nórdicos...


Outra seleção que desapontou na estréia e pode ter se complicado na Euro 2008 foi a Grécia. Começou a competição com uma derrota de 2 a 0 para a Suécia. Parece que os Deuses nórdicos ajudaram mais que os gregos no jogo desta tarde.

A seleção sueca começou a partida melhor que os gregos, atuais campeões da competição. Mas enfrentarem dois problemas: a falta de criatividade e a forte marcação da seleção da Grécia. Por isso, o primeiro tempo foi sem muitas emoções e até meio "parado".

Foi só no segundo tempo, aos 22 minutos de jogo, que o placar foi alterado. Ibrahimovic fez tabela com Larsson e chutou cruzado de fora da área para marcar um golaço. Cinco minutos depois a Suécia ampliou a vantagem com um gol um tanto quanto confuso. Nikopolidis, goleiro da seleção grega, deu rebote após chute de Larsson, e foi aquele "bate-rebate" dentro da área. A bola sobrou para o sueco Hansson empurrar de coxa para dentro do gol.

E assim acabou o jogo, que deixou a Suécia empatada em pontos com a Espanha no Grupo D, mas perdendo no saldo de gols.

La Furia... y David Villa

Mais um massacre na Euro 2008. Desta vez foi Espanha que goleou a Rússia por 4 a 1. O grande nome da partida foi o atacante David Villa, que marcou três dos quatro gols da seleção espanhola.
A Espanha começou tocando bem a bola e apresentando saídas rápidas para o ataque. Não tardou para sair o primeiro gol. Com 19 minutos de jogo, Fernando Torres avançou na defesa russa, se livrou da marcação e passou para Villa abrir o placar.

A Furia, como é chamada a seleção espanhola por seus torcedores, se portou muito bem em campo e, apesar de perder na posse de bola para a Rússia, apresentou jogadas mais efetivas.

Numa jogada rápida de contra-ataque, aos 43 minutos do primeiro tempo, Iniesta deu uma arrancada e fez um belo passe por entre os defensores russos, deixando Villa cara-a-cara com o goleiro Akinfeef. O atancante que atualmente joga na equipe do Valência não desperdiçou e aumentou o marcardor para 2 a 0 em favor da Espanha.

No segundo tempo, mesmo embaixo de muita chuva, Villa não desanimou. Em mais um contra-ataque, aos 28 minutos, o espanhol transformou a vitória em goleada e marcou o terceiro gol da Furia, e o seu terceiro tento.

A Rússia começou a pressionar a Espanha e consegui diminuir com Shirokov após cobrança de escanteio aos 41 minutos. Mas não houve tempo de reação, pois a Espanha se lançou para o ataque mais uma vez e liquidou a partida com um gol de cabeça de Cesc Fabregas, que havia entrado no segundo tempo no lugar de Fernando Torres.

segunda-feira, 9 de junho de 2008

Laranja Mecânica


O jogo entre a seleção campeã do mundo, Itália, e a Holanda foi muito diferente do que aconteceu algumas horas antes entre França e Romênia (0 a 0). Foi um jogo muito emocionante e quente. Com as duas seleções se empenhando ao máximo para sair com a vitória.
A Holanda começou num ritmo mais forte e mostrava estar com a equipe mais entrosada em campo do que a Squadra Azurra. E depois de muito tentar, a Laranja Mecânica conseguiu abrir o marcador com um gol de Van Nistelrooy. O atacante do Real Madrid desviou o chute de Wesley Sneijder, também do Real, para dentro das redes. Mas o gol gerou muita revolta nos italianos, pois o camisa 9 da Holanda estava em posição clara de impedimento.
Com o primeiro gol convertido, a seleção holandesa passou a tocar a bola com mais calma e mostrou ter o domínio da partida. A seleção da Holanda estava aparentemente melhor em campo, e o segundo gol não demorou a sair. E que gol! Aos 31 minutos a Itália quase marcou seu primeiro gol após um escanteio, mas Van Bronckhorst salvou em cima da linha. A bola sobrou para Van der Vaart, que botou Bronckhorst para correr armando um contra-ataque. Van Bronckhorst atravessou quase meio campo e cruzou para Kuyt, que tocou de cabeça para Sneijder marcar um golaço.
No segundo tempo a Itália veio com tudo para cima da seleção holandesa, mas sempre parando nas mãos do goleiro Edwin Van der Sar. Parecia que a Itália chegaria ao seu primeiro gol a qualquer instante, mas foi a Holanda quem marcou novamente para sacramentar a vitória. Em um contra-ataque fulminante aos 34 minutos, Bronkhorst cabeceou para o fundo das redes do goleiro Buffon após cruzamento de Kuyt.
Foi um belo jogo. Um verdadeiro clássico europeu.
Agora a Holanda lidera o Grupo C com 3 pontos e com grandes chances de se classificar na primeira posição.

Les Bleus? Aonde..?


A França fez sua estréia contra a Romênia no início da tarde desta segunda-feira. Mas quem pensava que seria um jogo empolgante e de tirar o fôlego, se enganou muito. Foi um jogo morno e sem emoções. O jogo ficou caracterizado pela forte marcação de ambas as equipes.
A seleção francesa, carinhosamente chamada de "Les Bleus" (ou "Os Azuis"), desapontou no primeiro jogo da sua participação na Euro 2008 ao empatar sem gols com a seleção romena.
Agora o Raymond Domenéch, técnico da França, deverá fazer seus jogadores suarem a camisa, pois os dois jogos restantes serão verdadeiras batalhas: Holanda e Itália.

Classificação do Brasileiro após 5 rodadas

Série A

Pos
Time
P
J
V
E
D
GP
GC
SG
1 Flamengo 13 5 4 1 0 11 2 9
2 Cruzeiro 13 5 4 1 0 9 1 8
3 Náutico 10 5 3 1 1 7 3 4
4 Grêmio 10 5 3 1 1 6 3 3
5 Atlético-PR 8 5 2 2 1 8 3 5
6 Sport 8 5 2 2 1 5 4 1
7 Vasco 7 5 2 1 2 6 5 1
8 Vitória 7 5 2 1 2 5 4 1
9 Botafogo 7 5 2 1 2 5 6 -1
10 Palmeiras 7 5 2 1 2 4 6 -2
11 São Paulo 6 5 1 3 1 7 4 3
12 Atlético-MG 6 5 1 3 1 5 7 -2
13 Coritiba 5 5 1 2 2 6 6 0
14 Portuguesa 5 5 1 2 2 10 12 -2
15 Ipatinga 5 5 1 2 2 3 6 -3
16 Figueirense 5 5 1 2 2 7 15 -8
17 Santos 4 5 1 1 3 5 8 -3
18 Internacional 4 5 1 1 3 5 8 -3
19 Goiás 3 5 0 3 2 3 9 -6
20 Fluminense 1 5 0 1 4 2 7 -5

Série B

Pos
Time
P
J
V
E
D
GP
GC
SG
1 Corinthians 15 5 5 0 0 13 4 9
2 Juventude 10 5 3 1 1 6 3 3
3 Vila Nova 9 5 3 0 2 8 7 1
4 Fortaleza 8 5 2 2 1 12 7 5
5 São Caetano 8 5 2 2 1 8 5 3
6 ABC 8 5 2 2 1 6 4 2
7 Brasiliense 8 5 2 2 1 8 8 0
8 Barueri 8 5 2 2 1 8 8 0
9 Ceará 7 5 2 1 2 9 7 2
10 Bragantino 7 5 2 1 2 6 6 0
11 Bahia 7 5 2 1 2 4 5 -1
12 Avaí 7 5 1 4 0 6 5 1
13 Criciúma 6 5 2 0 3 4 5 -1
14 Ponte Preta 6 5 2 0 3 6 9 -3
15 Santo André 5 5 1 2 2 6 7 -1
16 CRB 4 5 1 1 3 7 9 -2
17 Marília 4 5 0 4 1 6 8 -2
18 América-RN 3 5 1 0 4 4 7 -3
19 Gama 3 5 1 0 4 4 13 -9
20 Paraná 3 5 0 3 2 5 9 -4